Categories
Africa GLOBE-NEWSWIRE Other Language Press Releases South Africa

Aumento da Participação Estrangeira em Investimentos Chineses: CEO do EBC Financial Group (UK) Ltd, David Barrett, compartilha insights com Yi Cai

David Barrett, CEO do EBC Financial Group (UK) Ltd, um dos palestrantes do Fórum de Estratégia Principal de Yi Cai sobre oportunidades de investimentos chineses LONDRES, June 06, 2024 (GLOBE NEWSWIRE) — David Barrett, CEO do EBC Financial Group (UK) Ltd, compartilhou recentemente sua opinião sobre o crescente interesse em investimentos chineses durante uma extensa entrevista com […]

David Barrett, CEO do EBC Financial Group (UK) Ltd, um dos palestrantes do Fórum de Estratégia Principal de Yi Cai sobre oportunidades de investimentos chineses

David Barrett, CEO do EBC Financial Group (UK) Ltd, falando com Yi Cai sobre o aumento da participação estrangeira nos investimentos chineses. Ele explora os fatores que levam os principais investidores aos mercados chineses e oferece sua visão sobre seu crescimento futuro.

LONDRES, June 06, 2024 (GLOBE NEWSWIRE) — David Barrett, CEO do EBC Financial Group (UK) Ltd, compartilhou recentemente sua opinião sobre o crescente interesse em investimentos chineses durante uma extensa entrevista com Yi Cai. Barrett falou sobre os fatores que levam os principais investidores aos mercados chineses e deu sua opinião sobre o futuro desses investimentos.

David Barrett, CEO do EBC Financial Group (UK) Ltd, um dos palestrantes do Fórum de Estratégia Principal de Yi Cai sobre oportunidades de investimento

Aumento da Participação Estrangeira

Nos últimos meses, houve um aumento notável do interesse estrangeiro nas ações chinesas, impulsionado por investidores de alto perfil. Michael Burry, conhecido por suas previsões durante o “The Big Short”, aumentou significativamente seus investimentos na JD.com e no Alibaba. Da mesma forma, o fundo hedge de David Tepper investiu fortemente em tecnologia e nos mercados chineses. Esse interesse crescente se reflete no desempenho do Nasdaq Golden Dragon China Index, que subiu 14,86% de 22 de abril a 3 de maio, alcançando seu maior ganho de duas semanas desde janeiro de 2023. Em 16 de maio, o Índice fechou em alta de 2,49%, marcando seu nível mais alto desde setembro de 2023.

Barrett atribui esse interesse renovado ao valor relativo que os mercados chineses oferecem. “Os índices chineses têm enfrentado dificuldades desde a quebra liderada pelo setor imobiliário em 2021, causando uma queda substancial no investimento direto estrangeiro e na confiança doméstica. No entanto, isso levou a discrepâncias extremas de preços, tornando as ações chinesas uma opção atraente para investidores focados no valor”, explicou Barrett. “Investidores como Burry e Tepper são conhecidos pelo seu foco estratégico em carteiras de alta concentração, e seus investimentos significativos em empresas chinesas indicam a forte confiança no potencial de alta desses mercados.”

Perspectivas futuras dos investimentos chineses

Barrett permanece otimista quanto ao crescimento contínuo dos mercados chineses no futuro. “Vários indicadores sugerem que o governo chinês está tomando medidas eficazes para estimular o crescimento econômico e restaurar a confiança do mercado”, disse Barrett. “Os esforços para apoiar áreas vulneráveis da economia, incentivar investimentos domésticos e estabilizar o cenário financeiro estão começando a mostrar resultados positivos.”

Ele enfatizou o papel crucial da política interna na sustentação desse crescimento. “São essenciais políticas que visem reduzir os riscos patrimoniais, apoiar a indústria de semicondutores e incentivar as empresas estatais a fortalecer suas posições financeiras. Além disso, as iniciativas das empresas chinesas para aumentar o pagamento de dividendos provavelmente irão atrair mais investidores estrangeiros que buscam rendimento em um ambiente de taxa de juros mais alta.”

Setores Promissores e Alocação Global de Ativos

Barrett destacou o setor de tecnologia como uma área-chave para investimento nos mercados de ações de ações A e Hong Kong. “As empresas de tecnologia chinesas estão na vanguarda da inovação e, com o apoio substancial do governo, estão bem posicionadas para enfrentar os desafios globais”, disse Barrett. “Por exemplo, se a China tiver obstáculos para a compra de semicondutores, poderá desenvolver seus próprios semicondutores. Com as impressionantes margens de lucro observadas em empresas como a NVIDIA, há um forte incentivo para as empresas chinesas produzirem chips competitivos e de baixo custo. Com o substancial apoio e investimento governamentais, podemos esperar resiliência e um considerável potencial de crescimento neste setor.”

Ele também identificou a indústria de veículos elétricos (VE) como um setor promissor. “Como tópico, os VEs têm tido muito destaque ultimamente”, observou Barrett. “No entanto, não temos certeza quanto ao desempenho das marcas ocidentais na China continental e como as marcas chinesas se sairão no mercado global. Apesar desses desafios, a tecnologia chinesa permanece na vanguarda, e qualquer progresso, especialmente em meio a tensões geopolíticas, provavelmente reforçará o investimento doméstico. Este maior foco na inovação e desenvolvimento local aumentará as perspectivas de crescimento da indústria.”

Do ponto de vista global, Barrett aconselha uma estratégia diversificada de alocação de ativos, alertando contra o excesso de confiança nas ações dos EUA. “Embora os mercados dos EUA tenham tido um crescimento substancial, é crucial considerar oportunidades em outros lugares, como na China, onde as avaliações são atraentes”, explicou. “Dada a recente alta das ações dos EUA, aconselhamos cautela e diversificação. Commodities como ouro continuam atraentes como reserva de valor e proteção contra incertezas econômicas e geopolíticas. Com os bancos centrais continuando a administrar a liquidez e as taxas de juros, a manutenção de uma carteira equilibrada que inclua ativos internacionais subvalorizados e commodities tangíveis pode trazer estabilidade e potencial de crescimento.”

Sobre o EBC Financial Group
Fundado no conceituado distrito financeiro de Londres, o EBC Financial Group (EBC) é conhecido pelo seu conjunto abrangente de serviços que incluem corretagem financeira, gestão de ativos e soluções de investimento abrangentes. Com escritórios estrategicamente localizados em centros financeiros proeminentes, como Londres, Sydney, Hong Kong, Tóquio, Singapura, Ilhas Cayman, Bangkok, Limassol e muitos outros, o EBC atende a uma clientela diversificada de investidores de varejo, profissionais e institucionais em todo o mundo.

Reconhecido com várias premiações, o EBC se orgulha de aderir aos mais altos níveis de padrões éticos e regulamentações internacionais. O EBC Financial Group (UK) Limited é regulado pela Financial Conduct Authority (FCA) do Reino Unido, o EBC Financial Group (Australia) Pty Ltd é regulada pela Securities and Investments Commission (ASIC) da Austrália, e o EBC Financial Group (Cayman) Limited é regulado pela Cayman Islands Monetary Authority (CIMA).

No centro do Grupo EBC estão profissionais experientes com mais de 30 anos de profunda experiência em grandes instituições financeiras, tendo navegado habilmente por ciclos econômicos significativos, desde o Plaza Accord até a crise do franco suíço em 2015. O EBC defende uma cultura na qual a integridade, o respeito e a segurança dos ativos dos clientes são fundamentais, garantindo que todo o envolvimento dos investidores seja tratado com a máxima seriedade que merece.

O EBC é o Parceiro Oficial de Câmbio do FC Barcelona, oferecendo serviços especializados em regiões como Ásia, LATAM, Oriente Médio, África e Oceania. O EBC Financial Group tem parceria com a Unidos para Combater a Malária, uma campanha da Fundação das Nações Unidas que visa aumentar a saúde global. A partir de fevereiro de 2024 a EBC passou a apoiar a série de engajamentos públicos “What Economists Really Do” (O que os economistas realmente fazem) do Department of Economics da Oxford University, desmistificando a economia e sua aplicação aos principais desafios sociais para aumentar a sua compreensão e o diálogo do público.

https://www.ebc.com/

Contato com a Mídia:
Douglas Chew
Gerente Global de Relações Públicas
douglas.chew@ebc.com

Foto deste comunicado disponível em https://www.globenewswire.com/NewsRoom/AttachmentNg/3aa64669-3156-4706-9f8f-ec183555c184/por

GlobeNewswire Distribution ID 9150153